A iniciativa surge em um momento importante, em que aumenta no mundo todo e também no Brasil a tendência de incrementar o monitoramento dos produtos que estão em uso

A ABIMED-Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde está criando hoje um grupo de trabalho de Garantia de Qualidade que tem como um de seus principais focos propor às autoridades de saúde melhorias no processo de vigilância dos equipamentos e dispositivos médico-hospitalares que já estão no mercado.

Fazem parte do grupo representantes da indústria do setor. A iniciativa surge em um momento importante, em que aumenta no mundo todo e também no Brasil a tendência de incrementar o monitoramento dos produtos que estão em uso. Esse processo, conhecido também como tecnovigilância, busca capturar eventos adversos e queixas técnicas e sugerir medidas para solucioná-los.

“Hoje o foco da vigilância está voltado principalmente para a fase pré-mercado, que avalia a segurança e eficácia dos dispositivos médicos antes de serem comercializados. Aperfeiçoar o monitoramento de desempenho dos produtos que estão no mercado é um avanço, que melhora a gestão de riscos e contribui para dar maior proteção aos pacientes”, afirma Carlos Goulart, presidente executivo da ABIMED.

O grupo nasce no momento em que a própria Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) busca aperfeiçoar as regras de pós-mercado e, segundo o executivo, tem o propósito de contribuir para esse processo.

Além de tratar das questões de tecnovigilância, o grupo também trabalhará as questões de qualidade em toda a cadeia de fornecimento de produtos para saúde, do pré ao pós-mercado.

Tags:

Abimed, equipamentos e dispositivos médico-hospitalares, tecnovigilância

Compartilhe: