O Instituto de Biologia da Unicamp, em colaboração com o Consórcio de Genômica Estrutural (SGC), oferece três oportunidades pós-doutorado em Bioquímica de Proteínas com Bolsa da FAPESP. O prazo de inscrição termina em 30 de outubro de 2017.

As bolsas estão vinculadas ao Centro de Química Medicinal de Acesso Aberto (OpenMed), um Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT). O projeto inclui colaboradores do Brasil e exterior, como os laboratórios do SGC nas universidades de Oxford e Toronto.

O tema do projeto consiste em caracterizar e gerar reagentes para um grupo de proteínas de interesse médico com pouco estudo. Dada a proteína, o candidato deve ter a habilidade de clonar, expressar, cristalografar e realizar ensaios enzimáticos na proteína, com ajuda da equipe.

Candidatos com experiência adicional em ensaios celular são desejáveis. A interação de biologia estrutural com química medicinal permitirá também o rastreamento e ensaios com pequenas moléculas para encontrar moléculas de ponto de partida para desenvolvimento de inibidores.

Os interessados devem enviar, em inglês, curriculum vitae, uma carta de apresentação e explicando as razões do interesse no projeto e uma carta de recomendação para o e-mail sgc-unicamp-jobs@thesgc.org.

A oportunidade está publicada em: http://fapesp.br/oportunidades/1759.

As vagas estão abertas a brasileiros e estrangeiros. Os selecionados receberão Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 7.174,80 mensais e Reserva Técnica. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista de PD resida em domicílio diferente e precise se mudar para a cidade onde se localiza a instituição-sede da pesquisa, poderá ter direito a um Auxílio-Instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em fapesp.br/bolsas/pd.

Compartilhe: