Vimos na coluna publicada em setembro de 2014 que uma alternativa de solução para a atual crise enfrentada pelos laboratórios clínicos é a implantação de um Sistema Integrado de Gestão – SIG. Este é composto por três níveis de gestão, com exigências diferentes, mas que convergem para a chamada “Garantia da qualidade” definida pela competência dos laboratórios clínicos em produzir resultados tecnicamente válidos para a sociedade, sem, entretanto, deixar de assegurar a competitividade da organização. Um método bastante efetivo empregado pelas organizações na busca do SIG é o chamado CA – PDCA (C=Check; A=Action; P=Plan; D=Do; C=Check; A=Action – Método de gestão), conforme descrito a seguir.

Inicialmente é feito um diagnóstico (C) do laboratório clínico segundo, por exemplo, os critérios de excelência do Prêmio Nacional da Qualidade – PNQ. Neste diagnóstico são identificados pontos fortes e fracos da empresa, oportunidades de melhoria e a necessidade de ações imediatas (A), de curto prazo para sanar problemas agudos encontrados nesta fase.

A seguir é elaborado um Plano de Implantação de Longo Prazo – PILP, previsto para três a cinco anos de duração, onde são estabelecidas metas e o método para atingi-las, definindo responsáveis, cronograma e orçamento. A próxima etapa é a de execução deste plano (D), onde previamente a força de trabalho é treinada e capacitada. Nesta fase, é de suma importância que todos os dados resultantes dos processos sejam coletados de forma sistemática e padronizada.

Na etapa seguinte é feita a verificação (C) se o planejado foi alcançado em termos das metas estipuladas, bem como anualmente efetivadas avaliações conforme critérios de excelência do PNQ, no caso. Finalmente, e, em função desta verificação, são propostas ações corretivas (A), mantidos os pontos fortes e atualizado o plano estratégico de longo prazo, reiniciando um novo ciclo do PDCA. Na próxima coluna faremos um detalhamento deste método de implantação de um SIG.

Compartilhe:

Humberto Façanha
Publicado por Humberto Façanha

Atualmente é diretor da Unidos Consultoria e Treinamento e professor da Pós-Graduação em Análises Clínicas do curso de Biomedicina – Instituto Cenecista de Ensino Superior de Santo Ângelo (IESA). Professor do Centro de Pós-Graduação da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas – CPG/SBAC. Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Engenheiro Eletricista pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Engenheiro de Segurança do Trabalho pela Universidade de Passo Fundo (UPF). Especialista em Engenharia de Análise e Planejamento de Operação de Sistemas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG/ELETROBRAS), formação em gestão da qualidade e Auditor Líder em ISO 9000. Contatos: humberto@unidosconsultoria.com.br e hfcfunidos@yahoo.com.br

Este conteúdo é de responsabilidade do colunista e não expressa a opinião do LabNetwork.