A Stago esteve presente no Hemo 2018, o maior congresso de hematologia, hemoterapia e terapia celular da América Latina e o maior do mundo, depois do ASH (Estados Unidos) e EHA (Europa). A Stago realizou um workshop com auditório lotado, no dia 2 de novembro, oportunidade em que foi abordado o tema A Importância do Diagnóstico e Predição de Doenças Trombóticas.

Como palestrantes convidados, a Stago recebeu o Dr. Stephan Moll, do Departamento de Medicina da Divisão de Hematologia e Oncologia da Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, onde atua há 18 anos, e o Dr. Daniel Dias Ribeiro, Coordenador do Ambulatório de Hemostasia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Dr. Daniel Dias Ribeiro: predição de TEV em pacientes com câncer

A trombose é a segunda causa de morte em pacientes com câncer, só ficando atrás da própria neoplasia. Está associada a um pior prognóstico e é extremamente mórbida, levando a uma piora na qualidade de vida desses pacientes. A anticoagulação (tratamento da trombose) está associada a um aumento no risco de sangramento e tem menor eficácia quando comparada aos pacientes com trombose sem câncer.

Dr. Daniel Dias Ribeiro

Foi o que disse o Dr. Daniel Dias Ribeiro, ao iniciar sua apresentação no workshop promovido pela Stago. Ele é médico patologista clínico, hematologista mestre, doutor em medicina pela UFMG e doutor em epidemiologia clínica pela LUMC/Holanda.

O desafio para os médicos é “conseguir predizer quem vai apresentar trombose e atuar de forma preventiva para que a incidência diminua”. O especialista falou sobre os fatores preditores de trombose. São avaliados alguns escores para identificar qual paciente será beneficiado pela tromboprofilaxia primária, proteção que pode ser realizada atualmente com o uso da heparina.

Dr. Ribeiro salientou, no entanto, que esses escores ainda não têm valores preditivos suficientemente bons para indicação da heparina: “Com a incorporação de mais variáveis e de alguns biomarcadores, provavelmente poderemos atingir valores preditores positivos de risco que tornem a indicação da tromboprofilaxia primária mais segura”.

Importância do dímero-D

Dr. Ribeiro destacou que o dímero-D associado a outras variáveis clínicas é um biomarcador importante para identificar os pacientes que poderão ter trombose e, assim, salvar vidas. “Trata-se de um exame barato, fácil, bem padronizado e amplamente disponível. Então ter um teste igual ao dímero-D que se mostre eficaz nessa situação é perfeito.”

Durante sua apresentação, o especialista mostrou vários estudos internacionais de grande porte comprovando a eficácia e eficiência do dímero-D, principalmente quando associado a outros fatores de bases clínicas e laboratoriais.

Conscientização

Dr. Ribeiro lembrou que o dímero-D está disponível na maioria dos grandes hospitais que atendem urgências. Ele explicou que é preciso conscientizar os médicos sobre a necessidade de fazer uma avaliação clínica pré-teste para evitar solicitações de forma indiscriminada. “Quando utilizamos o dímero-D em organogramas que visam ao diagnóstico do tromboembolismo venoso agudo, o teste laboratorial sempre deve ser precedido por uma avaliação clínica. Esse é um exame extremamente sensível e pouco específico, podendo estar elevado em diversas outras situações diferentes da trombose. Daí a importância de uma anamnese assim que o paciente chega ao pronto atendimento”, destacou.

“Iniciativa fantástica”

A iniciativa da Stago em oferecer um workshop para os formadores de opinião é fantástica, segundo avaliação do Dr. Ribeiro: “É a chance que temos de divulgar para o Brasil afora o conceito adequado sobre quando e como usar o dímero-D em pacientes com suspeita de tromboembolismo venoso”.

A Stago oferece um sistema confiável de dosagem de Dímero-D:

– Líquidos

– Ótima estabilidade on board

– Pronto para uso

– Pré-calibrado

– Completamente automatizado

O estudo DiET, estudo multicêntrico internacional e prospectivo (seguindo as regras do CLSI H59-A), comprovou a excelente performance do reagente de Dímero-D da Stago. O STA®-Liatest® D-Di é um reagente com uma excelente performance, garantindo 100% de Valor Preditivo Negativo (VPN) para exclusão da TVP e 99,7% para exclusão da EP.

Todos os produtos estão registrados ANVISA.

Para mais informações: [email protected], (11) 4410-4600

Tags:

biomarcador, Stago, trombose

Compartilhe: