Um alérgeno é uma substância que pode produzir reações alérgicas em algumas pessoas. Evitar elementos que desencadeiam os sintomas é uma parte essencial do tratamento da alergia.

O primeiro passo para este tratamento é reconhecer exatamente quais são essas fontes. Para este tipo de exame, o Alvaro Apoio oferece prazos diferenciados: garante em apenas dois dias resultados que, antes, demoravam até 15.

O laboratório tem uma infraestrutura pronta para oferecer o que há de melhor. Seu Apoio conta com equipamentos modernos, alta automatização e um painel completo para a detecção de sensibilização contra mais de 800 alérgenos e 80 componentes de alérgenos diferentes.

Confira os principais exames:

Saiba mais sobre a doença

A reação de hipersensibilidade a algumas substâncias indica que o corpo reconhece o alérgeno como estranho em um primeiro contato. Em uma exposição posterior, o sistema imunológico reage com a liberação de substâncias que resultam nos sintomas de alergia. Os mais comuns são pólen, ácaros ou pelos de animais.

Evitar alérgenos que desencadeiam os sintomas é uma parte essencial do tratamento da alergia. Para isso, o primeiro passo é reconhecer exatamente quais são essas fontes. Também é possível identificar os bebês que apresentam risco para o desenvolvimento posterior de doenças alérgicas.

O histórico clínico e o exame físico são a base para o diagnóstico. Um teste de alergia validado confirma a sensibilização, ajuda a identificar as fontes de alérgenos que desencadeiam reações e fornece informações que ajudarão a prever o futuro desenvolvimento de alergia.

As doenças alérgicas costumam coexistir entre os membros da família e nos próprios indivíduos: a rinite é comum em pessoas com asma e vice-versa, por exemplo. Por isso, é recomendável que as famílias investiguem a existência de alergias nos irmãos de seus filhos alérgicos.

Os sintomas podem incluir:

– Eczema

– Urticária aguda/angioedema

– Urticária crônica/angioedema

– Reações à picada de insetos

– Reações cutâneas induzidas por drogas

– Tosse

– Sibilo/asma crônica ou recorrente

– Vômito e/ou diarreia crônicos ou recorrentes

– Cólica

– Déficit de Crescimento

– Anafilaxia

– Reações à picada de insetos

Para saber mais, clique aqui.

Tags:

alérgeno, Alvaro Apoio

Compartilhe: