O Access SARS-CoV-2 IgG (1st IS) mede a quantidade de anticorpos para que os médicos possam determinar a resposta imune de anticorpos da Covid-19 de um indivíduo e ajuda no monitoramento de pacientes que foram previamente diagnosticados ou tem suspeita de Covid-19

O teste de alta qualidade tem PPA/sensibilidade de 100% ≥ 15 dias após o início dos sintomas e NPA/especificidade de 99,8% e fornece resultados rastreáveis ao 1º Padrão Internacional da OMS para anti-SARS-CoV-2, 20/136

A Beckman Coulter, líder global em diagnósticos clínicos, anunciou o lançamento do Access SARS-CoV-2 IgG (1st IS), um teste sorológico de imunoglobulina G (IgG) totalmente quantitativo, que mede a quantidade de anticorpos contra o vírus que causa a Covid-19. A mais recente adição ao seu conjunto de soluções contra a Covid-19, este teste de alta qualidade é rastreável até o 1º padrão da OMS para anti-SARS-CoV-2, 20/136 e reporta resultados diretamente alinhados com BAU/ml (Unidades de anticorpos de ligação), estabelecido pela Organização Mundial da Saúde. À medida que a pandemia continua seu ataque global, mesmo enquanto as vacinas estão sendo implementadas, o teste de sorologia está emergindo com um teste de utilidade clínica e saúde pública para monitorar e responder à pandemia de Covid-19 e, assim, cuidar dos pacientes.

“Os testes de sorologia têm ampla utilidade clínica atualmente, bem como em um mundo pós-vacinado. Por exemplo, de acordo com o CDC, o teste de anticorpos pode ser útil para apoiar o diagnóstico de uma exposição anterior por Covid-19”, disse Shamiram R. Feinglass, M.D., MPH, diretora médica da Danaher Diagnósticos e Life Sciences. “Com um ensaio quantitativo como o IgG (1st IS), os médicos agora podem comparar resultados com um padrão e observar as populações.”.

A utilidade clínica do teste de sorologia de Covid-19

A Beckman Coulter lançou seus primeiros testes contra a Covid-19, o IgG e a IgM, em 2020, durante um surto inicial. Os testes foram concebidos para detectar qualitativamente os anticorpos produzidos contra a Proteína Spike do vírus SARS-CoV-2, visto que eram fortemente suspeitos de serem neutralizantes. Após o lançamento, a empresa forneceu os testes de IgG e IgM altamente precisos para trazer informações confiáveis para as decisões de saúde do indivíduo e também para o monitoramento da imunidade com base na população.

“Com o lançamento de um ensaio Covid-19 IgG totalmente quantitativo, nós podemos determinar a soroprevalência em uma população e também ajudar a determinar a quantidade de anticorpos em indivíduos ao longo do tempo, o que não era possível antes porque não tínhamos padronização entre testes de sorologia quantitativa”, disse o Dr. Bernard Cook, chefe da divisão de química e diretor de operações do laboratório automatizado central, Henry Ford Hospital, em Detroit, nos Estados Unidos. “Agora, e em um mundo pós-vacinado, esses ensaios vão ajudar os médicos a entender melhor a resposta imunológica de pacientes que desenvolvem infecções por Covid-19, aqueles que têm sequelas pós-agudas de Covid-19 e na avaliação da resposta à vacinação contra SARS-CoV-2.”

Access SARS-CoV-2 IgG (1st IS)

Em um estudo clínico, o teste quantitativo Access SARS-CoV-2 IgG (1st IS) da Beckman Coulter mostrou um desempenho clínico de 100% de concordância/sensibilidade de porcentagem positiva (exclusão de falsos negativos) e 99,8% de concordância/especificidade de porcentagem negativa (exclusão de falsos positivos) em pacientes testados>/= 15 dias ou mais após o início dos sintomas.

“Os testes de laboratório continuam sendo uma ferramenta poderosa em nossa luta contra a pandemia”, disse Chris Hagen, vice-presidente global da força-tarefa Covid-19 da Beckman Coulter. “O ensaio Access SARS-CoV-2 IgG (1st IS) pode ser usado para informar os médicos sobre as alterações nos níveis de anticorpos ao longo do tempo. Este vírus continua a evoluir, é por isso que estamos continuamente desenvolvendo soluções de diagnóstico para ajudar os médicos a salvar vidas.”

A Beckman Coulter possui mais de 16.000 analisadores de imunoensaio em todo o mundo. Assim como todos os ensaios Covid-19 da Beckman Coulter, o teste Access SARS-CoV-2 IgG (1st IS) pode ser usado no modo de acesso aleatório (RAM) e perfeitamente integrado aos fluxos de trabalho existentes sem processamento em lote. Os resultados do novo teste quantitativo de anticorpos são fornecidos rapidamente nos analisadores de imunoensaio premiados da Beckman Coulter, incluindo o analisador de alto rendimento DxI 800, que é capaz de processar até 200 amostras Access SARS-CoV-2 IgG (1st IS) por hora.

Saiba mais sobre as soluções da Beckman Coulter contra a Covid-19 clicando aqui.

Saiba mais sobre o Access SARS-CoV-2 IgG (1st IS) clicando aqui.

Soluções para Covid-19 da Beckman Coulter

A Beckman Coulter oferece um menu importante para Covid-19, incluindo quatro testes de anticorpos: Access SARS-CoV-2 IgM, Access SARS CoV-2 IgG, o semiquantitativo SARS-CoV-2 IgG II e Access SARS-CoV-2 IgG (1st IS).

A empresa também possui um ensaio de Interleucina 6 (IL-6), que pode ser usado para ajudar os médicos a identificar uma resposta inflamatória grave e determinar o risco de intubação com ventilação mecânica em pacientes com Covid-19. A Beckman Coulter também oferece um biomarcador que mede a largura de distribuição de monócitos (MDW), que pode ser usado como um auxílio na detecção precoce de sepse em pacientes adultos que se apresentam ao departamento de emergência.

No início deste ano, a empresa recebeu financiamento do governo para desenvolver um algoritmo de aprendizado de máquina para ajudar a prever e detectar com precisão a sepse em pacientes Covid-19, aproveitando seu teste MDW. Além disso, em meados de outubro, a Beckman Coulter recebeu financiamento de um ensaio clínico multicêntrico para validar a capacidade do MDW de auxiliar na detecção rápida da Síndrome Inflamatória Multissistêmica em Crianças (MIS-C), uma complicação grave do Covid-19.

Todos os ensaios da Beckman Coulter desenvolvidos para abordar o Covid-19 podem ser realizados em formatos de imunoensaio automatizados ou de alto rendimento, bem como com o analisador Access 2, um analisador compacto de mesa que permite que testes sorológicos de alta qualidade sejam realizados em pequenos hospitais e clínicas. Além disso, todos os testes se integram perfeitamente aos fluxos de trabalho do laboratório, tornando mais fácil adicionar esses testes aos exames de sangue de rotina realizados durante a internação.

Em processo de registro na América Latina. Consulte um representante local da Beckman Coulter para saber mais.

Tags:

Beckman Coulter, covid-19, teste sorológico de imunoglobulina G

Compartilhe: