Estes serão os temas de simpósio satélite no 21º Congresso Brasileiro de Infectologia

A bioMérieux apresentará no dia 11 de setembro um simpósio satélite, reunindo dois especialistas

A bioMérieux, empresa francesa líder mundial em diagnóstico in vitro e soluções de microbiologia alimentar, estará presente no 21º Congresso Brasileiro de Infectologia, organizado pela Sociedade Brasileira de Infectologia, que acontece de 10 a 13 de setembro de 2019, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia (Av. Dr. Freitas, s/nº, Marco), em Belém (PA).

Quem visitar o estande da companhia poderá conhecer mais sobre a importância da abordagem sindrômica e da identificação rápida e precisa dos patógenos (em apenas uma hora), que auxiliam a equipe médica melhorando as condições de gerenciamento do paciente para a admissão hospitalar, isolamento, terapia antiviral e antimicrobiana.

Dentro da programação do Congresso, a bioMérieux apresentará no dia 11 de setembro, das 12h15 às 13h45, na Sala 3, um simpósio satélite, reunindo dois especialistas. O médico infectologista Ivan França, doutor em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e com atuação em hospitais como Emílio Ribas, A.C. Camargo e Hospital Alemão Oswaldo Cruz, fará a palestra “É possível unir rapidez e acurácia no diagnóstico do paciente crítico?”.

Na sequência, a apresentação será do médico patologista clínico Gustavo Bruniera, mestre pela UNFESP e coordenador do serviço de liquor do Hospital Israelita Albert Einstein, que falará sobre “Impacto clínico do diagnóstico sindrômico em pacientes com meningites: casos clínicos”.

As vagas são limitadas. Clique aqui e conheça o programa científico do Congresso.

A abordagem sindrômica com a tecnologia FilmArray é um agrupamento amplo, baseado em sintomas, de prováveis patógenos em um único teste rápido que maximiza a chance de obtenção da resposta correta em um período de tempo clinicamente relevante. O sistema exclusivo é capaz de detectar, em apenas uma hora, dezenas de microrganismos, vírus, bactérias, fungos e protozoários, entre eles os causadores da Sepse, do H1N1 e de diversas doenças respiratórias e gastrointestinais, além de meningite.

Tags:

21º Congresso Brasileiro de Infectologia, Abordagem Sindrômica, bioMérieux, FilmArray

Compartilhe: