Jacqueline Marcia Boccacino, graduanda em ciências moleculares na USP, ganhou bolsa para estágio de três meses no Wellcome Sanger Institute, na Inglaterra. Ela participa da pesquisa vinculada ao projeto de Apoio a Jovens Pesquisadores “Proteína príon e seus ligantes: potenciais alvos para terapia baseada em células-tronco de glioblastoma”

A estudante Jacqueline Marcia Boccacino é graduanda em ciências moleculares na Universidade de São Paulo (USP). Foto: acervo pessoal

A estudante Jacqueline Marcia Boccacino, graduanda em ciências moleculares na Universidade de São Paulo (USP) e aluna de iniciação científica no Instituto de Ciências Biomédicas (ICB-USP), venceu o concurso internacional The Sanger Prize Competition 2021. Promovida pelo Wellcome Sanger Institute, um centro de pesquisas sediado na Inglaterra e considerado referência mundial na área de genômica, a competição é direcionada a estudantes de graduação que vivem e estudam em países de baixa ou média renda.

Boccacino é bolsista da Fapesp e participa de pesquisa vinculada ao projeto de Apoio a Jovens Pesquisadores “Proteína príon e seus ligantes: potenciais alvos para terapia baseada em células-tronco de glioblastoma”, sob orientação da professora Marilene Hohmuth Lopes, do ICB-USP.

A pesquisa propõe o uso de bioinformática e dados de sequenciamento de RNA para entender melhor o papel da proteína príon celular na biologia de glioblastomas e no fenótipo das células-tronco tumorais desse tipo de câncer.

No final de 2020, a aluna se inscreveu para o concurso internacional The Sanger Prize Competition 2021, cujo prêmio consiste num estágio de três meses no Wellcome Sanger Institute.

O concurso teve duas etapas: a primeira contou com análise do currículo, da carta de expressão de interesse pelo concurso e de duas cartas de recomendação; a segunda consistiu na elaboração de uma proposta de pesquisa na área de genômica.

O prêmio foi criado em 2002 depois que John Sulston, Sydney Brenner e Robert Horvitz ganharam o Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina. John Sulston queria doar sua parte do prêmio em dinheiro para um fundo de caridade a ser administrado pelo Sanger Institute e nomeou um conselho de curadores que decidiu que o dinheiro deveria ser usado para financiar um concurso anual de redação para beneficiar alunos que, de outra forma, não teriam acesso às instalações do instituto. Com informações da Fapesp

Tags:

Jacqueline Marcia Boccacino, The Sanger Prize Competition 2021

Compartilhe: