A partir de uma amostra de saliva, recomendações personalizadas com base em resultados genéticos

A informação genética é combinada com informações nutricionais e de atividade pessoal, obtidas a partir de um questionário, para preparar o relatório final

O século XXI é a era da medicina personalizada, que começou graças aos avanços feitos pelo Projeto Genoma Humano (PGH) (1990 – 2003): a partir da estrutura genética de um indivíduo, é possível obter informações preventivas e de diagnóstico para a manutenção de sua saúde.

A medicina do esporte também é complementada atualmente por estudos genéticos nutricionais, que indicam como o atleta pode ter um ótimo suprimento de energia, o que lhe permite melhorar seu desempenho e saúde geral.

Se a pessoa for um atleta profissional ou amador, ela precisa de uma ingestão correta de alimentos e líquidos que lhe deem a energia e a hidratação necessárias em cada momento. Ela também precisa conhecer incompatibilidades alimentares e o funcionamento do seu metabolismo.

Graças ao Estudo Genético em Nutrição Esportiva que a Cerba-LCA oferece, é possível obter informações e recomendações úteis.

Um estudo recomendado para:

– Atletas profissionais;

– Atletas amadores;

– Atletas sob orientação de profissionais: médicos, treinadores, especialistas, nutricionistas.

É essencial que o atleta seja aconselhado por um especialista ou profissional, que utilize a informação como uma ferramenta complementar, podendo levar em consideração outras variáveis que influenciam o desempenho do atleta.

Informação técnica

Teste: 15677- Teste Genético em Nutrição Esportiva

Metodologia: Extração de DNA da saliva. Análise de 25 SNPs em 22 genes

Requisitos: É necessário assinar o consentimento informado e preencher um questionário

Tipo de amostra: Saliva

Preparação prévia: Não é necessária

Prazo de entrega: 3 – 4 semanas a partir do recebimento da amostra de saliva

A genética fornece informações preditivas confiáveis e objetivas. A capacidade dos músculos esqueléticos para produzir força a altas velocidades é fortemente influenciada pela genética e, sem um perfil genético adequado, um atleta pode ter suas opções de desempenho diminuídas. A informação genética é combinada com informações nutricionais e de atividade pessoal, obtidas a partir de um questionário, para preparar o relatório final.

O estudo oferece informações e recomendações úteis para que se faça uma prática de esporte de acordo com os objetivos e melhore a alimentação, desempenho e saúde geral do atleta.

Interpretação dos resultados

Sabe-se que a influência do genoma na nutrição esportiva varia de 15% a 20%, então a informação fornecida indica predisposição ou sensibilidade e, portanto, não é absoluta. No Estudo Genético em Nutrição Esportiva, foram analisados 25 polimorfismos genéticos (SNPs), alterações de uma única base na sequência do material genético (DNA) em 22 genes.

O relatório final consiste em:

– Introdução de conceitos genéticos básicos e que facilitam a compreensão dos resultados.

– Resumo dos dados fornecidos pelo atleta através do questionário.

– Resultados genéticos: tabela mostrando os genes analisados e a variante genética (polimorfismo) apresentada.

– Resultados e explicações sobre:

. Necessidades energéticas: é indicada a quantidade de Kcal recomendada, tipo de dieta recomendada, porcentagem de macronutrientes e distribuição de macronutrientes durante vários intervalos, dependendo da atividade esportiva.

. Necessidades de Ômega-3 na dieta.

. Sensibilidade à lactose

. Predisposição à Doença Celíaca

. Capacidade antioxidante

. Necessidade de vitaminas B, D, A/C/E

. Sensibilidade ao sal

. Sensibilidade à cafeína

– Proposta semanal de dieta: alimentos e quantidades a serem tomadas por 7 dias, em 5 vezes/dia.

Medicina esportiva Genomics é um laboratório especializado em genética esportiva, aplicado a esportes profissionais e amadores, em três áreas principais relacionadas ao desempenho: prevenção de lesões, nutrição e condição física.

Informações:

Cerba-LCA

Tel.: (11) 5035-5035

E-mail: [email protected]

Tags:

Cerba-LCA, estudos genéticos nutricionais, medicina personalizada

Compartilhe: