Os cientistas não são perfeitos. Ninguém é 

Embora as proteínas sejam solvatadas em soluções aquosas por meio de interações polares com moléculas de água, as amostras proteicas, como o plasma, são frequentemente analisadas quanto a fármacos moleculares pequenos e os metabólitos correspondentes por meio de uma técnica conhecida como precipitação de proteínas (PPT).

A PPT é útil para limpar vários tipos de matrizes em indústrias como alimentos, bebidas, bioanalíticas e muito mais. Pode ser realizada com um solvente orgânico, ácidos fortes ou sais, forçando as proteínas a desnaturar e se associar a outras em vez de permanecer na solução.

A precipitação e aglutinação de proteínas é útil para remover seletivamente proteínas de uma amostra ou reduzir a interação de moléculas pequenas do analito com uma proteína de ligante no plasma, como a vitamina D, por exemplo.

Diferentes espécies de plasma, de cães, ratos, humanos e macacos, são frequentemente analisadas por empresas farmacêuticas via PPT somente ou com uma combinação de PPT e extração de fase sólida (solid phase extraction, SPE) antes da técnica analítica.

Embora a PPT seja menos seletiva para limpeza e exija diluição da amostra, ela também é mais simples, mais barata e mais rápida do que a técnica SPE.

Saiba mais clicando aqui.

Tags:

Allcrom, proteínas

Compartilhe: