A tecnologia é considerada uma ferramenta importante para o aprimoramento de métodos aplicados ao USP 1 & 2

A quarta geração do inovador sistema de dissolução por célula de fluxo direta (USP 4) é uma tecnologia essencial para a superação de desafios em laboratórios de Pré-Bio, estudo IV/IVC, perfil de dissolução complexos, fármacos de baixa solubilidade, uso de meios biorelevantes, entre outros. É considerada uma ferramenta importante para o aprimoramento de métodos aplicados ao USP 1 & 2.

Dissolutor Flow Throught Cell – USP 4

O CE 7smart foi projetado para lidar com todas as células compendiadas ou não, usadas para testar comprimidos, cápsulas, pós, APIs, formas lipofílicas, supositórios, suspensões, lipossomas, microesferas, semi-sólidos, implantes e dispositivos médicos.

Importância da escolha do sistema de dissolução

Definir o nível de automação que melhor se adequa ao produto e aos requisitos dos métodos podem, com certeza, ajudar a garantir a reprodutibilidade e a padronização do seu teste de dissolução: seja manual ou semiautomatizado.

Sistema aberto – concentração diferencial

A configuração do sistema aberto é historicamente usada para garantir as condições “sink” (de duas a cinco vezes inferior à concentração de saturação) para testar compostos pouco solúveis. O sistema aberto também está bem adaptado às formas de dosagem ER (extended release), MR (modified release), SR (sustained release) devido à sua capacidade de seleção de diferentes meios que permitem uma mudança de pH durante o teste, um diferencial para muitos casos que necessitam deste perfil.

Sistema fechado – concentração cumulativa

A configuração do sistema fechado é a mais contemplada, permite uma flexibilidade completa para trabalhar com volumes de 15 a 4000 ml e fornece dados de concentração cumulativa das formas de dosagem que apresentam um maior grau de dificuldade na repetibilidade do ensaio de dissolução, por exemplo: pó , suspensões, implantes, géis, cremes, microesferas, supositórios, lipossomas, etc.

Saiba mais clicando aqui.

Tags:

Disotax, dissolução por célula de fluxo direta

Compartilhe: