Companhia investe R$ 100 milhões e adquire 60% do IACS Medicina Diagnóstica, laboratório líder no litoral paulista. Expectativa é fortalecer a presença do Grupo no Estado de São Paulo

Núcleo Técnico Operacional do grupo, em Minas Gerais

Um dos maiores players de infraestrutura diagnóstica do Brasil, o Grupo Pardini acaba de adquirir 60% de participação do IACS Medicina Diagnóstica pelo valor de R$ 100,98 milhões. Maior e mais tradicional laboratório da Baixada Santista, o IACS foi fundado em 1929 e conta com 13 unidades de atendimento em Santos, Cubatão, São Vicente, Praia Grande, Guarujá e Itanhaém. Em 2021, deve fechar o ano com receita bruta superior a R$ 95 milhões e mais de 4,5 milhões de testes realizados.

Para o Diretor Presidente do Grupo Pardini, Roberto Santoro, a aquisição do IACS se deu pela credibilidade junto ao mercado em uma região com grande potencial para os planos de crescimento da companhia. “Assim como fizemos em outras aquisições nos últimos anos, chegaremos ao IACS com investimentos focados na ampliação dos serviços, de modo atender de maneira completa a demanda dos pacientes, médicos prescritores, operadoras de saúde e empresas. Também teremos uma frente de atuação direcionada à abertura de novas unidades na região”, explica.

Com a incorporação ao Grupo, a área técnica do IACS, responsável pelo processamento de exames, passará a compor o Enterprise, modelo automatizado integrado de inteligência em Medicina Diagnóstica implantado pelo Pardini que garante maior agilidade e acurácia no resultado, com possibilidade de aumento de escala e redução de custos. “A integração ao modelo produtivo inovador do Grupo Pardini e o acesso ao portfólio com mais de oito mil tipos de testes, aliados à inteligência logística com que atuamos significarão uma oferta diferenciada para centenas de outros laboratórios e hospitais da região, além de uma promissora oportunidade de crescimento para todos”, destaca.

Para o Diretor Presidente do IACS, Mario Flavio Leme Paes e Alcântara, a parceria com o Grupo Pardini permitirá a ampliação da capacidade de investimento do IACS na região, reforçando seu compromisso com a qualidade do diagnóstico e seu propósito de estar próximo das pessoas, provendo saúde e bem-estar. Os sócios do IACS Mário Flávio Leme de Paes e Alcântara, Alberto Augusto Guimarães Gonçalves, Luiz Antônio da Silva, Flávio Ferraz Paes e Alcântara e Marcelo Guimarães Gonçalves Cunha permanecem na operação do negócio.

Crescimento no Estado de São Paulo

Conforme detalha Roberto Santoro, a aquisição é simbólica porque materializa os primeiros movimentos da estratégia da companhia de crescimento no Estado de São Paulo. “Hoje ainda temos uma participação relativamente tímida, com cinco unidades na capital paulista. A aquisição do laboratório líder na região da Baixada Santista potencializa a participação do Grupo no Estado, mas posso afirmar que esse é apenas o começo”, reforça.

Em teleconferência com investidores no último dia 11 de novembro, o Grupo Pardini anunciou a intenção de abrir seis novas unidades na Região Metropolitana de São Paulo. Ainda no mês de novembro, já será inaugurada uma nova loja em Moema.

“A expansão em São Paulo se deve, principalmente, ao chamado das principais operadoras de saúde do Brasil, que têm demonstrado cada vez mais confiança em nosso trabalho. Nas últimas semanas, fomos selecionados por um grande plano de saúde como prestador exclusivo de serviços de medicina diagnóstica para cerca de 700 mil beneficiários”, destaca. Movimentos desta natureza têm sido recorrentes e confirmam o potencial do Estado de São Paulo para o futuro da companhia.

Tags:

Grupo Pardini, IACS Medicina Diagnóstica

Compartilhe: