O Dímero D se comporta como marcador da ativação da coagulação e da fibrinólise secundária, sendo encontrado invariável e precocemente aumentado sempre que houver formação de coágulo de fibrina intravascular. Dessa forma, em consequência da lise do coágulo de fibrina, o Dímero D é uma das substâncias inicialmente presentes nos eventos agudos de tromboembolismo.

A partir desse conceito de aumento do Dímero D, observamos que muitas outras situações, além da trombose aguda, podem elevar o seu nível sanguíneo, como por exemplo: indivíduos idosos, infecções graves, neoplasias, doenças hepáticas, gestantes, eclampsia e cardiopatias. Portanto, o valor preditivo negativo do Dímero D é alto, ou seja, a elevação do nível plasmático do Dímero D não permite afirmar que se trata de um TEV agudo, porém a manutenção do nível normal dessa molécula permite afirmar que não houve formação de coágulo intravascular.

O Imuno-Rápido Quanti Dímero D da Wama Diagnóstica é um teste imunocromatográfico quantitativo que utiliza anticorpos monoclonais marcados com látex fluorescente para detecção do Dímero D em amostras de sangue total e plasma humano.

Imuno-Rápido Quanti:

– Dímero-D

– Hemoglobina Glicada

– Microalbuminúria

– PCR Ultrassensível

– Procalcitonina

– Troponina I

– Apresentações: 10, 20, 25, 30, 40, 50 e 80 testes.

– Assessoria técnica e científica para todo o Brasil.

Mais informações:

Tel: (16) 3377-9977

Tags:

Dímero-D, Imuno-Rápido Quanti Dímero D, tromboembolismo, Wama Diagnóstica

Compartilhe: