Curso abordará como a solução colabora para medir e comparar a performance do laboratório com o desempenho do mercado

Os participantes serão capacitados para melhor análise crítica dos seus processos

Será realizado entre os dias 25 de setembro e 2 de outubro o 1° Congresso Virtual da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML). Com o objetivo de se aprofundar nos desafios do laboratório clínico frente à pandemia do novo Coronavírus, serão discutidos temas importantes para os profissionais da área de diagnósticos.

Um destes assuntos relevantes é o Benchmarking e Indicadores Laboratoriais. No curso pré-congresso “Programa de Benchmarking e Indicadores Laboratoriais: a contribuição deste programa no período de pandemia”, os palestrantes Larissa Cristine M. Welter, Luiza Bottino e Maria Elizabete Mendes serão mediados por Wilson Shcolnik – que também dissertará no encontro. Eles desdobrarão o conteúdo em valiosas questões.

Um dos pontos de destaque é a discussão sobre os indicadores impactados e o acompanhamento mercadológico ao longo dos meses. Eles são fonte de orientação às decisões e planejamento nesse período desafiante da Covid-19.

Diante da necessidade de um posicionamento estratégico que dê conta de atingir as demandas e expectativas dos clientes, além de alcançar a melhoria dos processos e a sustentabilidade do laboratório, o Benchmarking e os indicadores são soluções que colaboram para medir e comparar a performance do negócio com o desempenho do mercado.

Os indicadores trazem diversos benefícios para a gestão laboratorial. Segundo a Supervisora de Serviços da Controllab, Luiza Bottino, o mercado de medicina diagnóstica está mais acirrado e impulsionando os laboratórios para que tenham cada vez mais qualidade. Por isso, transformar um dado em uma grande vantagem competitiva fará a diferença nos resultados da organização.

“É essencial que os gestores dos laboratórios conheçam muito bem seus processos para tomarem decisões assertivas baseadas em dados concretos e confiáveis. Neste período da pandemia de Covid-19, em que o mercado tem passado por um turbilhão de situações que afetam todos os processos do laboratório, cada vez mais o gestor precisará se reinventar para garantir a sobrevivência e lucratividade”, conta.

De acordo com a especialista, mais do que nunca é preciso conhecer e monitorar a rotina para saber os caminhos exatos para a retomada do crescimento. “As pessoas que participarem do curso vão sair muito mais capacitadas para conseguirem fazer uma análise crítica dos processos. Irão entender que não adianta monitorar apenas internamente a rotina sem olhar ao redor. É preciso compreender o mercado e o quão competitivo você está dentro dele”, diz.

Dividido em cinco blocos, o curso será realizado no dia 26 de setembro (sábado), a partir das 10h, na sala 07. Confira o conteúdo:

– 10h às 10h30 – Benchmarking, apresentação do programa PBIL (SBPC/ML – Controllab) dados de indicadores com impacto da pandemia – Luiza Bottino

– 10h30 às 11h – Discussão de dados publicados recentemente sobre o tema e apresentação do site de validação de kits Covid criado em parceria com as sociedades científicas –  Dr. Wilson Shcolnik

– 11h às 11h30 – Indicadores de maior impacto na pandemia, análise crítica do laboratório e ações, visão do laboratório público – Dra. Maria Elizabete Mendes

– 11h30 às 12h – Indicadores de maior impacto na pandemia, análise crítica do laboratório e ações, visão do laboratório privado – Dra. Larissa Cristine M. Welter

– 12h às 12h30 – Discussão

O Congresso Virtual é uma oportunidade para os profissionais que não conseguem participar do evento presencial. As inscrições para o curso estão abertas até dia 15 de setembro e podem ser feitas no site, onde também é possível consultar toda programação.

Tags:

1° Congresso Virtual da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial, Benchmarking e Indicadores Laboratoriais

Compartilhe: