Obra de pesquisadoras do Centro de Terapia Celular traz informações sobre o desenvolvimento das células usadas para tratar câncer

As células CAR T são produzidas em laboratório, derivadas das células mais importantes do nosso sistema de defesa, as células T

As pesquisadoras Kamilla Swiech, Kelen Malmegrim e Virgínia Picanço-Castro, que atuam no Centro de Terapia Celular (CTC) da USP, acabam de lançar o livro Chimeric Antigen Receptor T Cells – Development and Production (Springer Nature, 2019).

Publicada pela editora científica Springer Nature, a obra apresenta métodos e conhecimento prático fornecidos por especialistas que trabalham no design, produção de vetores, geração, fabricação, caracterização e controle de qualidade das células CAR T (Chimeric Antigen Receptor T Cell).

As células CAR T são produzidas em laboratório, derivadas das células mais importantes do nosso sistema de defesa, as células T. Em seu estado natural, as células T, que nos protegem contra infecções e tumores, podem perder a capacidade de identificar células cancerígenas. Assim, o processo de produção das células CAR T busca modificar as células T para que possam readquirir essa capacidade de “enxergar” células específicas do câncer e destruí-las, tais como as células das leucemias e dos linfomas.

Os capítulos incluem também listas de materiais e reagentes necessários, protocolos de laboratório passo a passo, prontamente reproduzíveis, e dicas de como solucionar possíveis problemas e evitar armadilhas.

É possível adquirir o livro, em inglês, por meio do site da editora.

Tags:

células CAR T, Chimeric Antigen Receptor T Cells – Development and Production

Compartilhe: