No dia 10 de setembro, às 21h, o Dr. Khosrow Adeli, Chefe de Bioquímica Clínica do Hospital for Sick Children e o Vice-Presidente de Laboratório de Medicina e Patologia da Universidade de Toronto em Toronto, Canadá, apresentou o “Estudo multicêntrico global sobre Intervalos de Referência: o projeto Caliper – Canadian Laboratory Initiative on Pediatric Reference Intervals”.

O projeto Caliper iniciou há 15 anos e é hoje o maior banco de dados de Intervalo de Referências na área de pediatria, com grande alcance no mundo. Possui diversas faixas etárias e população multiétnica. Adeli lembra a importância de definir os intervalos de referência na medicina laboratorial pediátrica e também a grande dificuldade, uma vez que é necessária uma grande população saudável para participar do estudo.

Ele exalta a importância dos profissionais de laboratórios como parte fundamental da equipe multidisciplinar para identificar fatores de risco e sintoma de doenças e determinar o tratamento apropriado e ainda para avaliar a resposta ao tratamento.

Também é importante prezar pela qualidade dos serviços laboratoriais, mais além dos controles internos e externos é preciso valorizar a qualidade pós analítica, e para isso é necessário intervalos de referência apropriados e atualizados.

Os intervalos de referência são marcos associados à saúde que ajudam na tomada de decisão clínica e algumas populações, como no caso a pediátrica, são difíceis de alcançarem uma grande quantidade de amostras. “Por isso o Caliper se tornou tão importante e seu banco de dados é utilizado por hospitais e laboratórios do mundo todo, pois estamos conseguindo sanar diversas lacunas no campo pediátrico”, comenta.

O Caliper mede as gestantes, com as importantes alterações que ocorrem durante a gravidez (mudanças de níveis hormonais, função tiroidiana, débito cardíaco, alterações imunológicas) e na infância, considerando as diversas mudanças importantes que ocorrem durante o crescimento (alteração rápida de peso, crescimento, anemia fisiológica). Ele lembra que a criança duplica o seu peso corporal nos primeiros seis meses e triplica esse peso até um ano de idade. Além disso, os órgãos crescem e acontecem mudanças importantes na puberdade que incluem crescimento acelerado e maturidade sexual.

Adeli fala que a função fisiológica e o desenvolvimento das diferentes faixas etárias são importantes, não é possível ter um intervalo de referência único para esta população. Por isso, um dos objetivos do Caliper foi montar um banco de dados abrangente de intervalo de referência estratificado por covariáveis – especificidade de idade, sexo e etnia, que é totalmente gratuito. Ele pode ser acessado pelos sites calliperproject.org e caliperdatabase.org ou ainda por um aplicativo – caliper reference.

Além das covariáveis, todo marcador tem seu padrão próprio na criança. Por exemplo, o IMC contribui bastante no aumento do nível de ALT, então não podemos deixar de levar isso em conta ao interpretar os resultados laboratoriais das crianças.

Pela variedade de marcadores, o Caliper já fez mais de 70 publicações distintas, divulgando os resultados, o que auxilia a interpretação sobre o paciente para médicos, consultórios, pediatras, especialmente em áreas remotas. No caso do app, há ainda a facilidade de não precisar estar conectado à internet no momento do uso.

Ele finaliza a sua participação deixando um convite para os laboratórios brasileiros que tiverem interesse em colaborar.

Tags:

Intervalos de Referência, medicina laboratorial pediátrica, projeto Caliper

Compartilhe: