Ferramenta também possibilitará que os resultados sejam acessados pelos pacientes via internet

Novo programa deve acelerar a disponibilização de resultados para os mais de 400 tipos de exames que são realizados, perfazendo em média de 65 a 70 mil por mês

O Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, vinculado à Rede Ebserh (HC-UFTM/Ebserh), implantará, neste mês de maio, um novo sistema informatizado (chamado Infolab) que vai otimizar a realização de exames laboratoriais e dinamizar a emissão de laudos na instituição. A novidade resulta de um investimento de R$ 60 mil, oriundo de créditos orçamentários do Sistema Único de Saúde (SUS). A ferramenta deve acelerar a disponibilização de resultados para os mais de 400 tipos de exames que são realizados no Hospital de Clínicas, perfazendo em média de 65 a 70 mil por mês, além de oferecer acesso online para o paciente.

“Esse sistema vai trazer uma integração com o Sistema de Gestão para Hospitais Universitários (AGHU), que reúne as informações sobre a produção assistencial no HC e é padronizado na Rede Ebserh. Hoje, o médico solicita o laudo no AGHU, essa solicitação é impressa e o cadastro é realizado manualmente no sistema. Com o Infolab, o médico solicita e o pedido já cai no sistema do Laboratório de forma integrada”, informa Tatiana Campos, chefe da Unidade de Análises Clínicas e Anatomia Patológica (Uacap) do hospital.

A profissional ressalta ainda os benefícios que o Infolab trará para a equipe médica, coletadores de sangue e, também, para os usuários do serviço de saúde. “Quando o paciente internado tem algum resultado muito fora da normalidade, o laboratório telefona para o médico e avisa sobre a situação. Com o Infolab, o próprio sistema enviará o alerta por SMS para o celular do médico solicitante [do exame], e ainda enviará a confirmação de recebimento. Se for necessário entrar em contato com o paciente ambulatorial, não mandaremos para o médico, mas para o próprio usuário, como nos casos de necessidade de retornar ao Ambulatório para repetir uma coleta”, Campos exemplifica.

Também é prevista uma economia significativa na gestão de arquivo e no consumo de papel, já que os pedidos não serão mais impressos. “Hoje, o paciente sai do consultório e vem coletar o sangue com pelo menos três folhas de pedidos. Atendemos de 200 a 250 pessoas por dia. Dá quase mil folhas por dia. Não é só esse gasto com papel, ainda tem um gasto de arquivar esse volume em um depósito localizado externamente”, justifica Cristiana Lima Carneiro, técnica em secretariado lotada na Uacap.

Além da automação no cadastro dos pedidos de exames e da melhoria na comunicação proporcionada pelo envio das mensagens, o novo programa também possibilitará que os resultados sejam acessados pelos pacientes via internet. Junto do comprovante de coleta de sangue, será fornecido um nome de usuário com senha, dispensando a necessidade de regresso ao hospital para retirar os resultados, além de evitar a impressão dos laudos, que serão consultados pelo médico na tela do computador, durante a consulta de retorno.

Tags:

Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Infolab

Compartilhe: