A Psychemedics Brasil foi uma das pioneiras e é uma das maiores empresas que oferecem exames de toxicologia de janela ampliada para clientes corporativos e pessoas físicas

O Grupo Hermes Pardini anunciou a compra de 55% do capital da Psychemedics Brasil, uma das mais respeitadas empresas de toxicologia do país. A aquisição marca um novo momento na estratégia da companhia, com a criação de uma unidade de negócios dedicada ao segmento de toxicologia.

“Mais uma empresa de tecnologia relacionada à saúde chega ao Grupo Pardini para fortalecer o portfólio de serviços oferecidos aos clientes, principalmente aos mais de 5 mil laboratórios parceiros do Lab-to-Lab. Além disso, a aquisição de novas marcas agrega mais expertise técnica e científica ao Grupo e fortalece a nossa atuação no mercado”, destaca o Presidente-Executivo, Roberto Santoro. A transação está sujeita a aprovação pelo CADE.

A Psychemedics Brasil foi uma das pioneiras e é uma das maiores empresas que oferecem exames de toxicologia de janela ampliada para clientes corporativos e pessoas físicas. Fundada em 1999, registrou de R$ 132 milhões de receita líquida em 2017, e realiza, em média, 70 mil exames por mês. “Ao integrar as expertises das duas empresas, tanto técnica quanto de modelo de negócios, a intenção é ampliar não só a capilaridade, como também o portfólio de exames. Para o Grupo Pardini, não basta ter a tecnologia ou estar no segmento de negócio, é preciso fazer com excelência e oferecer acesso e suporte técnico científico aos clientes”, afirma o vice-presidente Comercial e de Marketing, Alessandro Ferreira.

O Grupo Pardini já presta serviços de toxicologia, há mais de 20 anos, principalmente para o mercado corporativo, com testes admissionais, periódicos na área ocupacional. A aquisição de participação relevante da Psychemedics Brasil, estabelece e concretiza a mais nova Unidade de Negócio de Grupo, o Pardini Toxicológico, agregando o know-how das duas empresas, incluindo as áreas de Pesquisa e Desenvolvimento. Com isso a atuação se ampliará com desenvolvimento de novos serviços e produtos em diversas áreas da Toxicologia: forense, ocupacional e clínica.

A demanda por exames toxicológicos vem crescendo no Brasil, principalmente em virtude da Lei Federal 13.103, de 2015, que torna obrigatórios para empresas e motoristas profissionais das categorias C, D e E testes que detectam o uso de substâncias psicoativas (drogas) em um período de 90 dias antes da realização do teste. Para pessoas físicas, esse teste é obrigatório para a emissão, alteração ou renovação da carteira de habilitação. Já empresas que contratam motoristas profissionais, via CLT, também são obrigadas a realizar exames nas avaliações admissionais e demissionais.

Pesquisas apontam que a implantação da Lei provocou uma redução do número de acidentes fatais nas rodovias envolvendo portadores de carteiras C, D e E. Sendo assim, muito mais que um teste de fiscalização do profissional, o exame toxicológico de larga janela de detecção tem um papel de prevenção e cuidado com o trabalhador motorista. “Isso faz parte do propósito e da filosofia do Grupo Pardini”, destaca Santoro.

Ano de investimentos

Em 2018, o Grupo Hermes Pardini vem ampliando seu portfólio, com o fortalecimento de duas unidades de negócio: a Medicina de Precisão, voltada para exames de alta especialização, principalmente genéticos, que possibilitam a determinação de padrões individuais para paciente e doenças, e a recém-amplificada área de toxicologia. Em paralelo, caminha na implantação do projeto Enterprise, maior planta de automação laboratorial do mundo, que permitirá ao Hermes Pardini processar 82% dos resultados de exames de análises clínicas no prazo de 6 horas, além de dobrar a sua capacidade, com mais eficiência, segurança e precisão.

“Certamente estamos vivendo na história da companhia o período de maior investimento em novas tecnologias e na experiência dos clientes. Estamos focados na ampliação e especialização da nossa sua capacidade técnica e científica, com o propósito de ampliar a nossa atuação. Com isso, esperamos oferecer ao mercado um maior número de exames possíveis e unir o alto grau de especialização das empresas adquiridas com a capacidade comercial e logística do Hermes Pardini”, comemora Santoro.

Sobre o Hermes Pardini

A companhia segue entre as maiores empresas de Medicina Diagnóstica do país. Em 2017, atingiu uma receita bruta de R$ 1,2 bilhão, o que representa um aumento de 24,4% comparado ao ano de 2016. Atualmente detém as marcas Hermes Pardini (MG e SP); Biocod, CEMEDI, Pra Você, Ecoar e Laboratório Humberto Abrão (MG); Padrão (GO); Diagnóstika (SP); Progenética, Centro de Medicina Nuclear da Guanabara e DLE Genética Humana e Doenças Raras (RJ). Essa base permite a oferta de mais de 3,4 mil tipos de exames e a expertise nas áreas de análises clínicas, diagnóstico por imagem, genética molecular, testes oncológicos de alta complexidade, medicina nuclear, medicina personalizada e patologia cirúrgica. No ano passado, mais de 83 milhões de exames foram processados no Núcleo Técnico Operacional de Vespasiano (MG) e pelos cinco Núcleos Técnicos Avançados, localizados em Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro e Goiânia.

O Grupo Pardini segue com duas frentes de atuação: Laboratório de Referência (Lab-to-Lab) e Unidades de Atendimento ao Paciente (Pacient Service Center – PSC). No Lab-to-Lab, permanece ocupando liderança nacional na prestação de serviços de Apoio Laboratorial, com o atendimento a mais de 5 mil clientes (laboratórios e hospitais) em todo o país, localizados em 2.683 municípios, por meio de uma logística própria e inovadora e um serviço extremamente eficiente. No PSC possui 124 unidades nos estados de Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro e São Paulo, e realiza o atendimento a 16 mil clientes por dia com exames de análises clínicas, diagnóstico por imagem, vacinas e check-up e exames de alta complexidade.

O Pardini foi o primeiro no país a implantar o conceito de automação laboratorial total, aumentando a segurança e confiabilidade no processo, gerando eficiência de custo e reduzindo o tempo de entrega ao cliente. O Núcleo Técnico Operacional (NTO) ocupa uma área de mais de 22 mil m2, sendo 18 mil m2 exclusivos de área de produção, se consolidando como um dos maiores centros de produção de exames especializados do mundo. Nessa estrutura são processados, mensalmente, mais de 8 milhões de exames.

Estrategicamente, o NTO está localizado em Vespasiano/MG, próximo ao Aeroporto de Confins, permitindo que 70% dos resultados sejam liberados em até 24 horas para todos os clientes do Lab-to-Lab, em todo o Brasil. Combinado à operação do NTO em Vespasiano, o Grupo Hermes Pardini possui ainda cinco Núcleos Técnicos Avançados (NTA), localizados em Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro e Goiânia. Os NTAs processam testes de rotina, com resultados rápidos, otimizando a capacidade produtiva, servindo ainda de apoio ao Lab-to-Lab com produção de exames especializados para esta demanda. Toda essa estrutura operacional está sendo ampliada com o projeto Enterprise: maior plataforma de automação laboratorial do mundo e que tem a Siemens Healthineers como principal fornecedora de soluções. Inédita no mercado, foi planejada pela equipe do Pardini e detalhada com a participação dos principais fornecedores de equipamentos do mundo. Um novo modelo que irá permitir alcançar um nível ainda maior de eficiência operacional na área de produção centralizada de análises clínicas e níveis de serviços superiores para clientes, principalmente no Lab-to-Lab.

Tags:

exame toxicológico de larga janela de detecção, Grupo Hermes Pardini, Psychemedics Brasil, toxicologia

Compartilhe: