Lídia Abdalla, do Sabin

Envolvido com o crescimento orgânico e de menor impacto ao meio ambiente, o Sabin Medicina Diagnóstica acaba de conquistar o LEED® green building program, conhecido como “selo verde”, certificado internacional para edificações sustentáveis.

A conquista veio com o edifício da sede da empresa em Brasília,  planejado para economizar recursos naturais. Modernos sistemas de captação pluvial e tratamento de água – além de painéis solares, telhado verde e do aproveitamento máximo de iluminação e ventilação naturais – permitem um reaproveitamento de 480 mil litros de água por mês e uma economia de 15% na conta de luz. Com o feito, o Sabin se torna uma das 40 empresas brasileiras e a primeira unidade laboratorial com Núcleo Técnico Operacional a possuir certificação LEED®.

O programa de construção ecológica LEED® do Green Building Council dos EUA é o programa proeminente para o projeto, construção, manutenção e operações de edifícios verdes de alto desempenho. Saiba mais aqui.

Tags:

LEED® green building program, Sabin Medicina Diagnóstica

Compartilhe: