Nem todos os pacientes são iguais. Com base nisso a medicina diagnóstica personalizada vem se tornando tão importante neste momento. Não podemos tratar nossos pacientes apenas como um número, principalmente no que diz respeito ao tratamento do diabetes, que exige uma atenção especial, devido aos vários interferentes que podem alterar o resultado da Hemoglobina Glicada (HbA1c).

A população brasileira, devido à grande miscigenação racial, merece uma atenção especial, devido à grande prevalência de hemoglobinas variantes e talassemias, que em muitos casos é assintomática, mas que pode impactar no resultado final do teste e, consequentemente, impactar na conduta terapêutica.

Uma técnica que seja capaz de identificar essas condições clínicas do paciente e reportá-las ao médico se torna imprescindível neste cenário.

Hoje, a Sebia tem o prazer de lançar o selo de qualidade para o teste de HbA1c por capilaridade, autorizado pelo FDA (Food and Drug Administration), após rigorosos testes, para ser comercializado não somente para monitorar o diabetes, mas também para o diagnóstico.

Esta certificação é a garantia que o paciente está recebendo o resultado real de A1c e ao médico fornece um panorama geral da condição clínica do paciente.

Tags:

diabetes, Hemoglobina Glicada HbA1C, medicina diagnóstica personalizada, Sebia

Compartilhe: