Além de usar a metodologia considerada “gold standard”, o STart Max também oferece um software intuitivo

O semiautomatizado STart Max da Stago é um equipamento simples, robusto, eficiente e moderno que traz solução para os laboratórios com pequenas rotinas. Também pode ser utilizado como backup para laboratórios que utilizam equipamentos com metodologia coagulométrica ótica, pois não sofre interferência de cor causada pelo HIL (plasmas com hemólise, icterícia ou lipemia), devido à metodologia mecânica patenteada da Stago: o VBDS (Sistema de Detecção Baseada na Viscosidade).

Além de usar a metodologia considerada “gold standard”, o STart Max também oferece um software intuitivo, com interface gráfica padronizada da Geração Max, gestão completa de informações dos reagentes, resultados de pacientes, controle de qualidade (CQ) e dados de calibração. Conta também com a conectividade unidirecional para LIS e possibilidade de backup através da porta USB, garantindo mais agilidade, segurança e rastreabilidade para o seu laboratório.

Para uma solução completa, possui reagentes dedicados e amplo menu de testes em hemostasia: Tempo de Protrombina (TP), Tempo de Tromboplastina Parcialmente ativada (TTPa), Fibrinogênio, Tempo de Trombina (TT), Fatores, Proteína C e S e Anticoagulante Lúpico.

Para conhecer mais sobre o STart Max e outras soluções Stago, não hesite em contatar a empresa ou um de seus representantes locais.

*Equipamento devidamente registrado na ANVISA sob n° 80102511945

Tags:

Sistema de Detecção Baseada na Viscosidade, Stago, STart Max

Compartilhe: