O Tempo de Protrombina (TP) é um ensaio de coagulação de rotina que permite rastrear a via extrínseca e comum da coagulação, ou seja, Fatores II, V, VII, X e o fibrinogênio.

Um tempo prolongado, isto é, um TP anormal desencadeará a medição desses fatores.

O teste de TP é um ensaio solicitado por múltiplas especialidades médicas para uma avaliação pré-operatória, para uma investigação clínica de presença de alguma deficiência de fatores, seja congênita ou adquirida, e, comumente utilizado no monitoramento de terapias com anticoagulantes orais como os antagonistas da vitamina K (AVK) através da determinação do INR (Relação Internacional Normatizada). O range terapêutico do INR pode variar de acordo com a indicação clínica.

Existe no mercado uma variedade de reagentes e os resultados podem variar de acordo com a composição: tromboplastina e a concentração dos fosfolipídios. As tromboplastinas apresentam diferentes sensibilidades à deficiência de fatores e o INR foi desenvolvido para padronizar os resultados e reduzir os impactos relacionados ao instrumento utilizado no laboratório e o reagente.

Desta forma, o ISI (Index Internacional de Sensibilidade) surgiu para padronizar a associação entre reagente e plataforma. O uso de um ISI próximo a 1 é uma melhoria para reduzir as umas das variabilidades que o teste de Tempo de Protrombina apresenta e com o uso do cálculo do INR, o monitoramento da anticoagulação se tornou mais eficaz.

Portanto, duas coisas a serem observadas para um reagente de TP são a origem da tromboplastina e o Índice de Sensibilidade Internacional (ISI).

A Stago oferece um reagente naturalmente simples e eficiente, o STA Neoptimal. Um novo reagente de TP com ISI próximo a 1, trazendo ao paciente resultados mais precisos de INR e garantindo um melhor custo-benefício ao laboratório. O STA-Neoptimal traz apresentações de 5, 10 e 20mL, mais flexibilidade ao laboratório.

Mais informações:
(11) 4410-4600
[email protected]

Tags:

Stago, Tempo de Protrombina (TP)

Compartilhe: