Executivo com sólida experiência na área de saúde assume a presidência do sexto maior grupo de medicina diagnóstica do país com a missão de dar um novo direcionamento estratégico para a companhia

Carlos Figueiredo

O CURA grupo, um dos maiores grupos de medicina diagnóstica do Brasil, que realiza mais de 6 milhões de exames por ano, acaba de nomear Carlos Figueiredo como seu novo CEO. Tendo atuado em organizações de destaque no cenário de saúde, como a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), ANAHP (Associação Nacional de Hospitais Privados) e Hcor, o executivo chega com a missão de inaugurar uma nova fase para a companhia. Lideram as prioridades iniciativas como avançar ainda mais na integração das operações de suas dez marcas e fortalecer a gestão com foco na excelência operacional, na qualidade do atendimento aos pacientes, na valorização do time e no desenvolvimento de uma cultura corporativa.

Todo esse processo que será conduzido por Figueiredo faz parte de um movimento natural de consolidação da companhia, que vivenciou nos últimos anos um intenso processo de fusões e aquisições. O CURA grupo nasceu a partir da junção do CURA Medicina Diagnóstica, adquirido em 2018 pela Vinci Partners — um dos principais fundos de Private Equity do Brasil —, com o Grupo Mérya, maior grupo de diagnóstico por imagem da região Sul do Brasil, em 2019.

Segundo Figueiredo, o objetivo está em capturar sinergias entre as marcas pertencentes ao grupo e estabelecer um novo direcionamento estratégico, com foco em excelência operacional e qualidade no atendimento. O CURA grupo tem um trabalho de qualidade muito forte e estabelecido em São Paulo, e a ideia é  desenvolver isso para as demais marcas. As estratégias visam tornar a empresa cada vez mais valiosa e estruturada.

“Queremos fortalecer a integração da companhia, desenvolvendo o espírito de grupo e a consolidação da cultura, de forma que isso seja perceptível a todas as pessoas. Obviamente, respeitaremos as questões regionais e as necessidades de mercado, valorizando a cultura local, conhecendo clientes e parceiros. Daí a importância de fazer uma imersão para entender as peculiaridades de cada unidade, o que inclui os processos, as oportunidades e o time”, enfatiza.

O crescimento do grupo também está em pauta. No entanto, apesar de estarem previstos ainda novos investimentos em fusões e aquisições, que foram a base da estratégia de expansão da companhia até então, os esforços concentrar-se-ão agora no crescimento orgânico. Isso inclui uma avaliação minuciosa para identificar as oportunidades de ampliação de portfólio nas unidades.

“Também olharemos para novos mercados, mas existe uma estratégia forte de geração de valor. Além disso, pretendemos nos estabelecer em locais e praças que tenham posicionamento relevante e avançar para regiões e localidades que não se restringem ao sul do país.”

Atualmente são mais de 1,6 mil colaboradores e 500 médicos no corpo clínico, que atuam nas 30 unidades e nos dois centros de processamento de análises clínicas, nos estados do Paraná, de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul e de São Paulo. Fazem parte de sua estrutura nas unidades um centro completo de especialidades e outro dedicado a mulheres grávidas e à cardiologia. Além disso, o CURA grupo atua no segmento B2B com uma solução completa de laudos à distância, que possibilita a entrega de resultados diferenciados em diagnósticos de ressonância magnética, tomografia computadorizada e demais exames por imagem.

Ao todo são dez marcas, todas de grande reputação, algumas com mais de 40 anos de existência. São elas CURA, Ultramed, Lab Imagem, Viva Imagem, MedImagem, CDIP, Sonitec, DMI, SRC e Medvia Diagnóstica.

Compartilhe: