Bolsistas vão atuar em experimentos no campo e em laboratório. Objetivo é desenvolver protocolos envolvendo técnicas de imuno-histoquímica e western blot

O Projeto Temático “Material particulado atmosférico e contaminação ambiental. Avaliação do impacto na biota aquática em uma abordagem ecofisiotoxicológica integrada” tem disponível uma vaga de treinamento técnico nível três (TT-3) e uma de pós-doutorado, ambas com bolsa da Fapesp. As inscrições devem ser feitas até 22 de janeiro de 2020.

O projeto é desenvolvido no Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), com coordenação da professora Marisa Narciso Fernandes.

O bolsista selecionado para a vaga de pós-doutorado atuará em experimentos em laboratório e em campo e desenvolverá protocolos envolvendo técnicas de imuno-histoquímica, western blot, entre outros. Também conduzirá interpretações fisiológicas e bioquímicas e dará apoio na orientação de estudantes de iniciação científica, mestrado e doutorado.

Os candidatos devem ter doutorado em ciências, ecologia, fisiologia ou áreas afins há menos de sete anos. É desejável que tenham conhecimentos em fisiologia, bioquímica, imuno-histoquímica e western blot e experiência com experimentação com peixes e manipulação de amostras biológicas.

As inscrições devem ser feitas pelo envio de súmula curricular, carta de interesse e duas cartas de referência para o e-mail [email protected], com o título “Edital PD Fisiologia/Ecotoxicologia” no campo de assunto.

O bolsista selecionado para a vaga de treinamento técnico atenderá às necessidades do projeto, como manutenção dos animais, organização espacial e temporal dos experimentos, participação nos ensaios biológicos com suporte técnico e registro de análises e outras atividades inerentes de laboratório, incluindo as atividades de organização, documentação dos procedimentos e banco de dados.

O candidato deve ter ensino superior completo com formação em ciências biológicas, medicina veterinária ou áreas afins. Será valorizada experiência formal em pesquisas com animais aquáticos.

Os interessados devem enviar súmula curricular, histórico escolar da graduação atualizado e carta de apresentação com até duas páginas para o e-mail [email protected], com o título “Edital PD Fisiologia/Ecotoxicologia” no campo de assunto. A seleção será efetuada pela análise dos documentos requeridos e a arguição dos candidatos selecionados.

Mais informações sobre as vagas aqui.

A oportunidade de pós-doutorado está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da Fapesp no valor de R$ 7.373,10 mensais e Reserva Técnica equivalente a 10% do valor anual da bolsa para atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista de PD resida em domicílio fora da cidade na qual se localiza a instituição-sede da pesquisa e precise se mudar, poderá ter direito a um auxílio-instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da Fapesp estão disponíveis aqui.

A Bolsa de TT-3 tem valor de R$ 1.228,40 mensais. É direcionada a graduados do nível superior, sem reprovações no histórico escolar e sem vínculo empregatício. A dedicação deverá ser de 16 a 40 horas semanais às atividades de apoio ao projeto de pesquisa. O tempo de bolsa TT-3 será descontado no caso de o interessado vir a usufruir de Bolsa de Mestrado ou Doutorado Direto.

Mais informações sobre as bolsas de Treinamento Técnico da Fapesp aqui.

Compartilhe: