Os dois bolsistas selecionados serão responsáveis pelo desenho das moléculas-alvo e rotas sintéticas

Duas oportunidades de pós-doutorado com bolsas da Fapesp estão disponíveis no projeto “Consórcio FAPESP/MMV/DNDI/Unicamp/USP para descobrir novos medicamentos para o tratamento de doenças parasitárias tropicais”, do Programa Fapesp Parceria para Inovação Tecnológica (PITE). As inscrições devem ser feitas até dia 31 de dezembro de 2020.

As atividades do projeto são exercidas no Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

A pesquisa tem como meta descobrir novos medicamentos para o tratamento de doenças parasitárias tropicais em colaboração com duas organizações internacionais líderes na descoberta de medicamentos – Iniciativa Medicamentos para Doenças Negligenciadas (DNDi) e Medicines for Malaria Venture (MMV) –, ambas com histórico significativo na descoberta e desenvolvimento de novos tratamentos contra doenças negligenciadas.

Os pós-doutorandos serão responsáveis pelo desenho das moléculas-alvo e rotas sintéticas, trabalhando nas séries químicas fornecidas pela DNDi.

Para a primeira vaga, o candidato deve ter experiência em síntese orgânica, preferencialmente aplicada à química medicinal. O candidato da segunda vaga deve ter doutorado ou grau equivalente em química, química medicinal, síntese orgânica, obtido nos últimos sete anos. Para ambas as oportunidades, é importante ter experiência anterior em laboratórios de pesquisa no exterior por mais de oito meses.

Para se inscrever, os interessados devem enviar carta de interesse, curriculum vitae atualizado e duas cartas de recomendação para o coordenador do projeto, o professor Luiz Carlos Dias ([email protected]).

Mais informações sobre as vagas aqui.

As oportunidades de pós-doutorado estão abertas a brasileiros e estrangeiros. Os selecionados receberão Bolsa de Pós-Doutorado da Fapesp no valor de R$ 7.373,10 mensais e Reserva Técnica equivalente a 10% do valor anual da bolsa para atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso os bolsistas de PD residam em domicílio fora da cidade na qual se localiza a instituição-sede da pesquisa e precisem se mudar, poderão ter direito a um auxílio-instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da Fapesp estão disponíveis aqui.

Compartilhe: